Terapia EMDR

A Terapia EMDR é uma nova forma de psicoterapia, desenvolvida nos Estados Unidos no final dos anos 80 pelas psicóloga Francine Shapiro, Ph.D. EMDR significa Dessensibilização e Reprocessamento por meio dos Movimentos Oculares, porque permite o reprocessamento de lembranças difíceis e dolorosas através da integração do conteúdo neuronal em diferentes hemisférios cerebrais.

A Terapia EMDR é reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como uma das mais eficazes terapias para curar traumas e suas consequências. E também pelo CFP (Conselho Federal de Psicologia). Trata-se de uma terapia focada no problema com vistas à solução. A Terapia EMDR ajuda a mudar a percepção das memórias que ficaram presas nas redes neurais, restaurando sua funcionalidade. Com isso a pessoa fica livre para desempenhar suas atividades de forma livre e intencional. Os medos e os traumas podem nos paralisar, limitar ou nos impedir de realizarmos tarefas e projetos que são importantes para nossas vidas. Podem tornar nossos sonhos difíceis de serem alcançados, causam danos à nossa vida emocional, podem dificultar a nossa aprendizagem, aumentando o nível de ansiedade e estresse, causam diversos transtornos comportamentais, atrapalham relacionamentos e nos privam de momentos que poderiam ser prazerosos se não fosse a barreira que o trauma constrói entre o indivíduo e o bem-estar.

 

Como essa terapia funciona?

A focalização de elementos da memória traumática e a estimulação bilateral (visual, auditiva, e/ou tátil) conduzidas pelo terapeuta promovem a comunicação/conexão entre os hemisférios cerebrais e o reprocessamento do trauma. A pessoa fica com atenção dual, no passado e no presente, com a sensação de maior distanciamento emocional das perturbações. Os protocolos de atendimentos e procedimentos do EMDR permitem a volta do funcionamento do sistema, ocorrendo assim uma mudança nos pensamentos, emoções, sensações corporais e condutas na vida, pois uma vez que as recordações negativas são processadas, promovem aumento da autoestima e sensação de domínio diante da vida.

As experiencias diárias, incluídas as desagradáveis, são processadas durante os sonhos (fase REM do sono). Mover os olhos na prática da terapia EMDR reproduz exatamente esse processo que ocorre nos sonhos, permitindo a conexão entre os hemisférios cerebrais.

 

Como são as sessões de EMDR?

São utilizados protocolos a cada caso específico.

São realizadas sessões de 1 (uma) hora à 2 (duas) horas cada sessão e o seu diferencial está na rapidez com que a situação disfuncional deixa de perturbar e o paciente retoma sua capacidade de viver mais adaptativamente no presente para o futuro.

 

Ao contrário das terapias tradicionais, não há exigência de que o paciente fale muito e os resultados são mais rápidos. A explicação para isso é que essa forma de terapia reproduz uma ação fisiológica natural.